APRESENTAÇÃO

Auditório Araújo Vianna

Patrimônio histórico e cultural de Porto Alegre, palco de shows, manifestações políticas, assembleias e palestras, foi reformado e reabriu em 2012 em evento que reuniu artistas e músicos locais. Dois dias após, Maria Rita apresentou-se com canções de Elis Regina


Orçado em mais de R$ 18 milhões, o Auditório Araújo Vianna conta com patrocínio de Grupo Zaffari, Coca-Cola e Tramontina, projeto arquitetônico de Mooma, coordenação institucional da Prefeitura de Porto Alegre e realização da Opus Promoções, que administra o espaço em conjunto com a Secretaria da Cultura de Porto Alegre. O Auditório Araújo Vianna reabriu em 2012, em um evento que reuniu artistas e músicos gaúchos. Dois dias após, Maria Rita subiu ao palco para interpretar canções de Elis Regina.

 

A sala de espetáculos está equipada com as melhorias necessárias para garantir o conforto e segurança do público: estrutura de aço e diversas coberturas dão sustentação ao teto do local, a ampliação do palco, melhor tratamento acústico, instalação de câmeras de vídeo para segurança externa, entre outras modificações.

 

A plateia ganhou novos assentos e tem capacidade de mais de 3.000 lugares sentados. Entre os setores, plateia baixa (lateral e central) e plateia alta (lateral e central). Além disso, o espaço ganhou dois bares, camarote, banheiros e acessibilidade.

 

A gestão do espaço é fruto de uma parceria entre Opus Promoções e a Prefeitura de Porto Alegre, sendo 75% das datas anuais administrados pela produtora e 25% pelo Município.

Desde sua reabertura, o auditório acumula números expressivos:

 

  • Mais de 150 espetáculos musicais e teatrais realizados e coproduzidos;
  • Público superior a 450 mil espectadores.

 

Ao longo da belíssima trajetória do espaço, somente a partir de 2012, o Auditório Araújo Vianna já foi palco de atrações como: Roberto Carlos, Paulinho da Viola, Lenine, Fito Paez, Lulu Santos, Soledad Villamil, Paco de Lucía, Il Volo, Zeca Pagodinho, Skank, Ivete Sangalo, Alicia Keys, Patati Patatá, Jorge Ben Jor, Tiago Abravanel, Fábio Jr, Caetano Veloso, Alejandro Sanz, Djavan, Milton Nascimento, Raça Negra, Rodrigo Amarante, Deep Purple, Luan Santana, Rick Wakeman, Ira!, Peppino Di Capri, Banda do Mar, Julio Iglesias, Frejat, Racionais Mc’s, Julieta Venegas, Roupa Nova, Joan Baez, Seu Jorge, Ana Carolina, America, Zaz, Fresno, Orquesta Buena Vista Social Club, Alpha Blondy & The Solar System, David Garrett, Gal Costa, 2 Cellos, entre muitos outros sucessos.

 

Foto de Lucas Cunha

 

HISTÓRICO

 

Palco de shows de João Gilberto, Caetano Veloso, Cássia Eller, espaço de manifestações políticas, assembleias ou de palestras de personalidades renomadas como o Nobel de Literatura José Saramago, o Auditório Araújo Vianna faz parte da história cultural de Porto Alegre.

 

Inaugurado em 12 de março de 1964, com capacidade para 4,5 mil pessoas, o projeto é dos arquitetos Moacyr Moojen Marques e Carlos Maximiliano Fayet. A partir da década de 70, o Auditório Araújo Vianna consagrou-se como espaço para apresentação de espetáculos de MPB. Em 1997, o Parque Farroupilha foi tombado como Patrimônio Histórico e Cultural do Município. Como parte integrante do Parque, o Auditório passou a ter sua preservação garantida.

 

A cobertura do Auditório Araújo Vianna foi debatida durante 30 anos entre a população de Porto Alegre. Em meados dos anos 90, nas reuniões do Orçamento Participativo no bairro Bom Fim, foi decidido que a questão seria uma das prioridades da região. A lona que cobria o Auditório Araújo Vianna foi inaugurada em 4 de outubro de 1996, com um histórico show de João Gilberto. Segundo laudo técnico da Secretaria Municipal de Obras e Viação (SMOV), a cobertura perdeu sua validade em julho de 2002. O risco era de, em caso de chuvas mais persistentes e ventos fortes a pressão sobre a lona rompesse os cabos. No início de 2005 o Auditório foi interditado pela Prefeitura de Porto Alegre, por motivos de segurança, depois do rompimento de um cabo de sustentação.

 

Diante da impossibilidade financeira de arcar com os custos desta obra após determinação do Ministério Público de agosto de 2006, exigindo do local isolamento acústico, o que encarecia a reforma então planejada, e considerando o fato de que, entre 1996 até a interdição, a média de eventos ali realizados foi inferior a trinta dias/ano, a Secretaria Municipal de Cultura (SMC) publicou no início de 2007 um edital de licitação para recuperação do espaço.  Era formulado pela primeira vez o princípio de uma parceria-público-privada para o setor cultural de Porto Alegre. Foram convidadas empresas privadas a executarem a obra, oferecendo-se em troca a permissão de utilização de 75% das datas anuais do Auditório por um período limite de dez anos, mantendo-se no período 91 dias/ano para programação da SMC. A Opus Promoções foi a produtora vencedora da licitação.

 

 

 


Auditório Araújo Vianna

Av. Osvaldo Aranha, 685 - Parque Farroupilha, Porto Alegre - RS

 

CALENDÁRIO DE EVENTOS

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber nossa newsletter e participar de promoções.

NOME:

EMAIL:

FACEBOOK

ALVARÁ

ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO Nº 48640204
VALIDADE: INDETERMINADA
APPCI Nº 656 REFERENTE PPCI Nº 25452/1.
EM PROCESSO DE RENOVAÇÃO
CAPACIDADE: 3.628 PESSOAS